meninasdigitaissbc@gmail.com

Corte de Lovelace

Corte de Lovelace

Descrição

O nome do Projeto Corte de Lovelace é uma referência à condessa Ada de Lovelace, considerada a primeira programadora do mundo.  A Corte de Lovelace teve início no ano de 2018 através do lançamento de sua principal ação: o curso a distância “O Moodle de Lovelace – Curso de Programção Python: Uma chamada de meninas para a carreira de computação”.

A ideia do Moodle de Lovelace surgiu de uma notícia da CBN Vitória sobre o alto índice de adolescentes grávidas no estado do Espírito Santo. Sabendo que muitas dessas meninas ficam impossibilitadas de continuarem os estudos e até mesmo de trabalharem porque precisam cuidar de seus filhos, pensamos em uma solução de levar o ensino de programação a domicílio para essas meninas. Depois dessa primeira ação, iniciamos algumas oficinas presenciais para inclusão de meninas surdas no curso a distância do Moodle de Lovelace.  Os objetivos dessas oficinas presenciais são promover o nivelamento em programação através do desenvolvimento do pensamento computacional a partir dos próprios conteúdos de programação e produzir dinamicamente video-aulas de programação com interpretação em Libras.

Após publicar o primeiro artigo no evento WIT – MD (Woman in Technology – Meninas Digitais) do XXXVIII Congresso Brasileiro da Sociedade de Computação(CSBC 2018), teve início a Corte de Lovelace, o grupo da realeza feminina do Ensino de Programação no Estado do Espírito Santo. No dia 25 de Julho de 2018, durante o WIT-MD 2018, a Corte de Lovelace tornou-se oficialmente um projeto parceiro  do Programa Meninas Digitais da SBC. Atualmente, a Corte de Lovelace participa do programa do governo do Estado do Espírito Santo Agenda Mulher, que é uma iniciativa da vice-governadora Jacqueline Moraes para empoderar e dar visibilidade às mulheres através do empreendedorismo, oferecendo e customizando cursos, desde formações e qualificações diversificadas. A ação da Corte de Lovelace no Programa Agenda Mulher é o “Moodle de Lovelace: curso híbrido de Pensamento Computacional, Programação e Robótica”, que é um curso híbrido (presencial e a distância) ofertado pelo Centro de Referência em Formação e Educação a Distância do Ifes (Cefor) para as meninas e mulheres de bairros carentes do Estado do Espírito Santo.

Em 2019, a Corte de Lovelace trouxe inovação ao XIII  Women in Information Technology (WIT), evento do XXXIX Congresso da Sociedade Brasileira de Computação (CSBC 2019), ao trazer a “Condessa Surda de Lovelace”, Ana Carla Leite, para apresentar uma Carta Aberta para as  Meninas Digitais, onde fez um apelo para que mais ações de inclusão de meninas surdas fossem desenvolvidas pela comunidade de Meninas Digitais para a comunidade surda.

Ainda em 2019, a Corte chega com mais uma inovação: os “Moocs de Lovelace: Pensamento computacional, programação e robótica para todas”, que representam a maior ação de popularização da computação realizada pela Corte de Lovelace através da Plataforma de cursos massivos, abertos e a distância do Cefor.

Com a proposta de sempre  levar a inovação e promover a popularização do  ensino de computação, a Corte de Lovelace espera contribuir cada vez mais com suas ações para resgatar e ampliar a presença feminina nas carreiras de computação.

Coordenadora Geral

Márcia Gonçalves de Oliveira – clickmarcia@gmail.com

Comitê Nobre de Ações da Corte de Lovelace

Rutinelli da Penha Fávero da Silva – Coordenadora Pedagógica
Jussara Pinto Pancieri – Coordenadora de ensino de robótica
Vanessa Battestin – Pesquisadora e embaixatriz da Corte de Lovelace
Lucinéia Barbosa da Costa Chagas – Pesquisadora
Mônica Ferreira da Silva Lopes – Ações de divulgação

Status: Ativo

Início: 2017

Contatos

Facebook: www.facebook.com/cortedelovelace/

Instagram: www.instagram.com/cortedelovelace/

E-mail: cortelovelace.cefor@ifes.edu.br

Endereço:

Cefor – Instituto Federal do Espírito Santo

Vila Velha – ES